a
Philipe Cardoso Sociedade Individual de Advocacia
CNPJ. 24.723.912/0001-50

Facebook

Twitter

Cardoso & Advogados Associados 2020
Todos os direitos reservados.

9:00 - 18:00

Funcionamento Seg. - Sex.

(21) 9.8189-6625

(11) 9.5699-3378

WhatsApp

LinkedIn

Facebook

Instagram

Search
Menu
 

Bolsas asiáticas fecham sem direção única à espera de plano fiscal de Biden

Cardoso & Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Bolsas asiáticas fecham sem direção única à espera de plano fiscal de Biden

Bolsas asiáticas fecham sem direção única à espera de plano fiscal de Biden



Pacote pode envolver mais US$ 2 trilhões e incluir pagamentos em dinheiro maiores para a maioria dos americanos As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quinta-feira, com os investidores esperando para ver os detalhes do plano do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, para ajudar a economia a se recuperar da crise do coronavírus.

O Nikkei, índice de referência da Bolsa de Tóquio, subiu 0,85%, a 28.698,26 pontos, o Kospi, de Seul, avançou 0,05%, a 3.149,93 pontos, e o Hang Seng, de Hong Kong, teve alta de 0,93%, a 28.496,86 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto recuou 0,91%, a 3.565,90 pontos, e o Shenzen Composto caiu 1,39%, a 2.360,40 pontos.

Andy Wong/AP

Os investidores têm olhado para além da turbulência política nos EUA que pode terminar com a perda de direitos políticos do presidente Donald Trump, depois que a Câmara dos Deputados aprovou, ontem, o impeachment do presidente e encaminhou a decisão para o Senado.

O presidente eleito, Joe Biden, deve divulgar nesta quinta-feira detalhes de seu plano para apoiar a economia. Segundo informações da imprensa americana, o plano pode envolver mais US$ 2 trilhões. Eles poderiam incluir pagamentos em dinheiro maiores para a maioria dos americanos.

Além disso, a China informou nesta quinta-feira que suas exportações aumentaram em 2020, apesar da pressão do coronavírus e de uma guerra tarifária com Washington, aumentando seu superávit comercial politicamente volátil para US$ 535 bilhões, um dos maiores já relatados.

As exportações aumentaram 3,6% em relação a 2019, para US$ 2,6 trilhões, uma melhoria em relação ao ganho de 0,5% do ano anterior. As importações caíram 1,1%, para pouco mais de US$ 2 trilhões, mas o crescimento foi forte no segundo semestre, depois que a China se tornou a primeira grande economia a se recuperar após a pandemia.

“Com o presidente eleito Biden querendo ampliar os estímulos, e os dados da China sugerindo que seu rolo compressor econômico continua no caminho certo, os mercados financeiros devem entrar na última parte da semana com um estado de espírito positivo”, disse Jeffrey Halley, de Oanda, em um comentário.


Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

whatsapp
Eu sou o Dr. Philipe Cardoso CLICK AQUI E ME DIGA COMO POSSO AJUDAR!
NA REDE