a
Philipe Cardoso Sociedade Individual de Advocacia
CNPJ. 24.723.912/0001-50

Facebook

Twitter

Cardoso & Advogados Associados 2020
Todos os direitos reservados.

9:00 - 18:00

Funcionamento Seg. - Sex.

(21) 3189-6625

(21) 9.8189-6625

WhatsApp

LinkedIn

Facebook

Instagram

Search
Menu
 

Bolsas dos EUA operam em alta com dados econômicos e balanços positivos

Cardoso & Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Bolsas dos EUA operam em alta com dados econômicos e balanços positivos

Bolsas dos EUA operam em alta com dados econômicos e balanços positivos



Investidores avaliam com atenção resultados de bancos Os índices acionários de Nova York operam no terreno positivo nesta quinta-feira, impulsionados por dados econômicos positivos e mais balanços acima do esperado de alguns dos maiores bancos americanos.

Perto de meio-dia, o Dow Jones ganhava 0,74%, aos 33.979,25 pontos, e o S&P 500 tinha elevação de 0,88%, para 4.161,38 pontos. O Nasdaq aumentava 1,11%, para 14.012,64 pontos.

Colin Zimmer/Nyse/AP
As vendas do varejo americano deram um salto e subiram 9,8% em março, impulsionadas pelos cheques de US$ 1.400 que o governo americano distribuiu para as famílias em virtude do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão. Além do dado positivo de consumo, os pedidos novos de seguro-desemprego também surpreenderam positivamente, recuando em 193 mil solicitações, a 576 mil na semana passada.

A temporada de balanços também segue forte, com o Citigroup e o Bank of America superando com folga as expectativas de consenso, seguindo na esteira de surpresas positivas do J.P. Morgan, Goldman Sachs e Wells Fargo. As ações do setor financeiro operam em queda de 0,97% no S&P 500, no entanto, com os investidores já tendo precificado resultados muito fortes antes da divulgação dos balanços.

A ação do Citigroup registrava baixa depois que o banco reportou lucro de US$ 3,62 por ação, bem acima dos US$ 2,60 da expectativa de consenso levantada pela FactSet. A ação do Bank of America também tinha queda depois que a companhia informou que seu lucro dobrou nos primeiros três meses do ano, a US$ 0,86 por ação, contra expectativa de US$ 0,66.

Apesar das ações não estarem conseguindo forças para subir, o Credit Suisse aponta que a temporada de balanços começou com o maior número de surpresas positivas em vários trimestres.

“Embora ainda seja cedo, os lucros [das empresas que reportaram resultados e compõem o S&P 500] estão superando as estimativas em 35,5%, com ajuste para o tamanho das empresas. Isso fica acima dos 23%, 19% e 16% acima dos últimos três trimestres”, diz Jonathan Gollub, estrategista-chefe de ações do Credit Suisse, em nota.

O maior ganhador de hoje, porém, é novamente o setor de tecnologia, que sobe 1,64% no S&P 500 e impulsiona o Nasdaq, que tem a melhor performance entre os índices americanos. As ações do setor recebem suporte de uma forte queda dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano, com o juro da T-note de dez anos operando há pouco em queda a 1,567%, de 1,636% do fechamento anterior.


Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

whatsapp
Eu sou o Dr. Philipe Cardoso CLICK AQUI E ME DIGA COMO POSSO AJUDAR!
NA REDE