a
Philipe Cardoso Sociedade Individual de Advocacia
CNPJ. 24.723.912/0001-50

Facebook

Twitter

Cardoso & Advogados Associados 2020
Todos os direitos reservados.

9:00 - 18:00

Funcionamento Seg. - Sex.

(21) 3189-6625

(21) 9.8189-6625

WhatsApp

LinkedIn

Facebook

Instagram

Search
Menu
 

Governo espera economizar R$ 249 milhões com compra centralizada de desktops e notebooks

Cardoso & Advogados Associados > Blog Cadv  > Artigos Jurídicos  > Legislação  > Governo espera economizar R$ 249 milhões com compra centralizada de desktops e notebooks

Governo espera economizar R$ 249 milhões com compra centralizada de desktops e notebooks



Licitação prevê a compra de cerca de 268 mil equipamentos, avaliados em aproximadamente R$ 1,2 bilhão; segundo o Ministério da Economia, os pregões eletrônicos serão realizados no dia 20 de novembro A empresas interessadas em fornecer estações de trabalho (desktops), equipamentos móveis (notebooks) e monitores ao governo federal já podem enviar propostas para participar da licitação. Segundo informações do Ministério da Economia, os pregões eletrônicos serão realizados no dia 20 de novembro e esta será a maior compra centralizada que a pasta já realizou.

A licitação prevê a compra de cerca de 268 mil equipamentos de informática – avaliados em aproximadamente R$ 1,2 bilhão – para 589 unidades de compras. Com a ação, o governo estima que serão economizados cerca de R$ 249 milhões, englobando a redução nos processos de compra e o ganho de escala.

Teletrabalho
A contratação disponibilizará aos servidores ferramentas tecnológicas necessárias para desempenhar as tarefas rotineiras e, também, incentivará a adoção do teletrabalho.

Por meio desse modelo de centralização de compras, conforme o Ministério da Economia, será possível adquirir os equipamentos com preços iguais para órgãos grandes e pequenos, ou seja, assegurar para todos a economia de escala e a padronização dos itens.
A iniciativa diminui o esforço das instituições, já que a pasta irá conduzir a licitação e desonerar os demais órgãos do Executivo federal para que concentrem seus recursos financeiros e de pessoal em atividades finalísticas. Segundo o ministério, posteriormente, outros órgãos poderão aderir às Atas de Registro de Preços e adquirir os produtos dentro dos limites estabelecidos.


Source link

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

whatsapp
Eu sou o Dr. Philipe Cardoso CLICK AQUI E ME DIGA COMO POSSO AJUDAR!
NA REDE